Blog

  1. Cigarro eletrônico no Programa do Ratinho

    Leia mais »
  2. Cigarro eletrônico na revista Veja

    Leia mais »
  3. Cigarro eletrônico no programa A Liga

    Leia mais »
  4. Cigarro eletrônico na revista Carta Capital

     Vício 2.0

    À primeira vista o cigarro eletrônico pode parecer esquisito e, sejamos francos, um tanto ridículo. Pode-se também pensar que é mais um aparato da moda dos moderninhos - os tais dos hipsters. Mas é só à primeira vista. Dando outra chance e olhando mais de perto é possível simpatizar com o produto e, até quem sabe, ser mais um adepto das tragadas de vapor.

    O princípio é simples: ao invés da fórmula tradicional de tabaco, papel e filtro, um dispositivo eletrônico com cartucho, bateria e atomizador. Alguns modelos ainda oferecem uma “brasa” em LED na ponta que acende quando o aparelho é tragado, mas esse modelo parecido com o cigarro convencional é rapidamente abandonado pelos usuários de e-cigarrettes. Nos aparelhos eletrônicos, cada vez que o ar é puxado pelo cartucho, onde estão os aromatizantes, um dispositivo ativa o atomizador que por sua vez produz vapor.

    Se b

    Leia mais »
  5. Tabela - Voltagem ideal da bateria para seu atomizador

    Essa tabela pode ajudar a combinar a voltagem de sua bateria com o atomizador:

    Leia mais »
  6. Veja: Cigarro eletrônico é tão eficaz quanto adesivo de nicotina para parar de fumar

    Após seis meses, 57% dos fumantes que optaram pelo cigarro eletrônico conseguiram reduzir pela metade o número de cigarros fumados ao dia

     

    revista, Veja

    Cigarro eletrônico: após seis meses, um terço das pessoas que usaram o cigarro não abandonaram seu uso — apenas 8% continuaram a usar os adesivos

    Cigarro eletrônico: ap

    Leia mais »
  7. Doutíssima informa: Ciência descobriu as vantagens do cigarro eletrônico

    Doutíssima informa: Ciência descobriu as vantagens do cigarro eletrônico

    Polêmico: Cigarro eletrônico pode, na verdade, fazer bem.

     

    São Paulo, 16 de outubro de 2013

    Com a grande polêmica que os cigarros eletrônicos causaram após o seu boom de consumação mundial, chegando até mesmo ao Brasil (mesmo ainda não sendo legalmente permitidos); é a primeira vez que uma pesquisa científica demonstra a segurança e eficácia do cigarro eletrônico para fumantes que desejam reduzir, mas não parar o consumo de tabaco. O estudo, que Doutíssima apresenta ao Brasil, avaliou os voluntários durante um ano inteiro.

     

     

    Um estudo m

    Leia mais »
  8. R7: Cigarro eletrônico pode salvar milhões de vidas, dizem especialistas

    Estima-se que sete milhões de pessoas fumem esse tipo de cigarro 

     

     

    Cigarros matam 5,4 milhões de pessoas por ano no mundo Getty Images

    O cigarro eletrônico pode salvar as vidas de milhões de fumantes, afirmaram nesta terça-feira (12) os participantes de uma conferência sobre a rápida expansão deste dispositivo da qual participaram especialistas, políticos e empresários.

    No entanto, outros participantes destacaram que, por enquanto, não há informações sobre os efeitos nocivos do dispositivo, particularmente a longo prazo.

    O cigarro eletrônico tem perdido a aura de artigo sofisticado e está ganhando adeptos como uma forma

    Leia mais »
  9. Cigarro eletrônico no New York Times - Estudo dá a cigarros eletrônicos vantagem como método para parar de fumar

    Do portal UOL:

    Um grande estudo na Inglaterra apontou que os fumantes que tentam abandonar o vício têm maiores chances de sucesso se usarem cigarros eletrônicos em vez de outras terapias disponíveis no mercado, como adesivos ou gomas de mascar de nicotina. Esses resultados são encorajadores, mas não uma evidência definitiva no debate contencioso sobre os riscos e benefícios desses aparelhos de fumo cada vez mais populares.

    Os pesquisadores entrevistaram quase 6.000 fumantes que tentaram parar de fumar por conta própria, sem orientação de um profissional de saúde. Cerca de um quinto dos que disseram usar cigarros eletrônicos tinham parado de fumar durante a pesquisa, em comparação a cerca de um décimo dos que usavam adesivos e gomas de mascar.

    "Isso não r

    Leia mais »